• Quest Comunicação Total

Marketing mobile: o que é, como funciona e por que investir



Sabemos que a internet foi criada há boas décadas, porém, o marketing digital é bastante recente. Algumas empresas, geralmente as mais tradicionais, ainda desconhecem os benefícios de inserir essa estratégia em seus negócios. Muitas já começaram a investir e estão colhendo os resultados dessa nova tendência, sendo o Marketing Mobile um dos caminhos para aplicá-la.


Seja qual for o segmento de um negócio, já é claro a necessidade de manter-se informado quanto às novidades do mundo digital. Isso porque a tecnologia mudou tudo: aumentou a concorrência, modificou os hábitos dos consumidores (tornando-os mais exigentes) e transformou a noção que temos hoje de comunicação


Assim, quando falamos de marketing digital, também nos referimos a Marketing Mobile. Entenda melhor agora mesmo sobre o que é essa estratégia, como ela funciona e de que maneira pode aumentar vendas. Vamos lá?


O que é Marketing Mobile?

O Mobile Marketing é um conjunto de estratégias que visam aproveitar o que os smartphones (e outros dispositivos móveis, como tablets) têm de melhor para que uma empresa se aproxime e influencie melhor os seus clientes. Os dispositivos móveis permitem uma comunicação rápida em qualquer momento e em qualquer lugar. Sendo assim, por que não aproveitar o campo?


Hoje é extremamente difícil ver alguém sem o celular, não é mesmo? O número de usuários só cresce, e essa nova realidade está influenciando todo tipo de mercado. Os portadores de smartphones compram cada vez mais pela internet, além de estarem conectados em redes sociais e antenados às notícias em diversos sites. 


Tudo isso significa que explorar o mundo da conexão móvel tem sido essencial para impulsionar um negócio. Porém, de que maneira aplicar o marketing mobile?


Como funciona

Percebendo a necessidade das pessoas de se conectarem o tempo todo, as empresas passaram a marcar presença no mundo digital. Seja para ganhar visibilidade, gerar engajamento ou aumentar as vendas de um determinado produto ou negócio, pensar de forma "mobile" faz toda a diferença — e, para começar, é preciso planejamento. É importante seguir os princípios do marketing digital para ter resultados. 


Atingir um determinado público-alvo e, no momento certo, é fundamental para que a sua estratégia se aproxime do sucesso. Na prática, como funciona? Uma das formas de um restaurante manter os clientes, por exemplo, é habilitar disparos de SMS contendo promoções atrativas. 


Se o objetivo for atrair novos consumidores, o melhor caminho pode ser a divulgação de anúncios em redes sociais, como as campanhas pagas do Facebook.


Vantagens da estratégia

Até aqui pode ser que você ainda não tenha se convencido totalmente das vantagens de investir em marketing mobile. Não se preocupe, listamos agora as principais para você sanar as dúvidas e refletir como a ideia pode alavancar o seu negócio:

  • ganho de visibilidade: negócios locais vão desejar atrair público local, e não alguém que mora a 300 km de distância. Por isso, a função de GPS, disponível na maioria dos aparelhos celulares, pode ser bem explorada;

  • agilidade na comunicação com o público: os celulares geralmente notificam o usuário assim que ele recebe um e-mail ou novidade em rede social. Por isso, ações como o alerta de notificações ou disparo de e-mails contribui para manter os clientes engajados com a marca;

  • aumento de vendas: ter um site ou aplicativo é disponibilizar mais um caminho para o cliente chegar até você. Os dois precisam ser responsivos e práticos. Ser mobile friendly é um dos fatores que influenciam no posicionamento orgânico do seu negócio no Google, ou seja, nos resultados de buscas.


O que é preciso para aplicar o marketing mobile?

Manter uma boa comunicação com o público é fundamental em qualquer estratégia de marketing. No caso do mobile não seria diferente. Seja objetivo, tenha uma linguagem condizente com o perfil da empresa e não seja intrusivo. Evite o envio constante de atualizações e e-mails, ou você poderá sofrer com um efeito indesejado: perder clientes.


Apesar de o número de telefone ainda ser a forma de contato preferida por muita gente, disponibilizar outros canais de atendimento facilita a vida do usuário. Pode ser que alguém queira tirar uma dúvida simples, e, para isso, contar com um chatbot ou chat online seria uma solução rápida. 


Para aumentar o alcance de divulgação, utilizar vários canais costuma ser eficiente (aplicativos, redes sociais e, até mesmo, WhatsApp). Claro, desde que estejam alinhados ao propósito da empresa.


Um segundo ponto relevante na hora de aplicar o marketing mobile é a responsividade, já citada no tópico anterior. Uma página da web deve ser adaptável para celular, de forma que as informações fiquem claras, organizadas e atrativas para o leitor. 


Outras práticas para adotar

  • deixar claro os benefícios: mostre para o seu cliente o que você pode oferecer e quais são os seus diferenciais;

  • monitorar e analisar os resultados: será que a estratégia está surtindo efeito? O que é preciso mudar? Para isso é necessário analisar as métricas;

  • deixar o conteúdo interativo: apostar na interação com o usuário é ouvir o que ele tem a dizer, dar importância para a sua dor, crítica ou dúvida. Aposte em questionários e pesquisas de satisfação. Quem não gosta de ser ouvido?


Por que investir em marketing mobile?

Incluir o mobile em uma estratégia de marketing é uma tendência para abraçar, e não postergar. Existem dezenas de possibilidades de divulgação, mas, quando combinadas de maneira planejada, todas podem gerar grandes resultados. O aumento de vendas é um deles, consequência de uma conversão bem sucedida. Contudo, não basta apenas atrair clientes, é preciso acompanhá-los durante sua jornada. 


Investir em marketing mobile é usufruir do que a conectividade tem de melhor. É um meio para facilitar o aumento da visibilidade de um produto e agilizar a comunicação com os clientes. A melhor forma de conquistar um consumidor é fornecer uma boa experiência de compra, que não termina quando o produto ou serviço é vendido. É um processo contínuo de acompanhamento.


E aí, curtiu nosso artigo sobre marketing mobile? Se você quer ficar por dentro de mais assuntos como este, não deixe de assinar a nossa newsletter. Assim, você vai receber as novidades em sua caixa de e-mail.

0 visualização